quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Cará

Cará

             O cará é um alimento altamente energético. Contém ainda em sua composição, grande quantidade de vitaminas do Complexo B, como Tiamina (B1) e Niacina (B5),
que fortificam os nervos, estimulam o apetite, o crescimento e auxiliam o processo digestivo.


             Na cozinha mostra-se muito versátil, pelo fato de poder substituir a batata, uma vez que tem praticamente a mesma textura. Pode ser preparado em cozidos, refogados e servido com carnes.

             Fica muito saboroso no café da manhã ou no lanche. Para isto, basta cozinhá-lo em água e sal, escorrer e ainda quente, passar margarina ou manteiga sobre as rodelas.

Seu período de safra vai de março a agosto.
Fornece em cada cem gramas, 120 calorias.




Nhoque de cará


INGREDIENTES

1 quilo de cará
5 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 ovo
1 colher (sopa) de margarina
sal a gosto para a massa
1 colher (chá) de sal na água de cozimento

MODO DE FAZER

Descasque o cará, lave e pique em pedaços. Cozinhe até ficar bem macio. Passe o cará no espremedor, junte o ovo, a farinha de trigo, o sal, a margarina e amasse bem. Em superfície polvilhada com farinha, faça rolinhos e corte em pedaços de uns 3 cm.

Em um caldeirão ferva bastante água com sal. Vá jogando os nhoques nessa água fervente. Quando os pedacinhos subirem à tona, retire-os com uma escumadeira e coloque-os para escorrer no escorredor de macarrão. Faça um molho de tomate com carne moída. Em uma travessa, vá alternando camadas de nhoque e de molho, terminando com uma de molho. Sirva em seguida.

Rendimento: 7 porções
Valor calórico total: 1.550 calorias.


Pirão de cará

INGREDIENTES

1 quilo de cará
2 colheres (sopa) de margarina
1 xícara (chá) de leite
1 colher (sopa) de sal

MODO DE FAZER

Cozinhe o cará, com casca, em água e sal, de preferência em panela de pressão (que economiza tempo e gás) por uns 30 a 40 minutos. Quando estiverem cozidos, descasque-os e passe-os pelo espremedor. Junte a metade da margarina, o leite e o sal. Misture bem, leve ao fogo com o resto da margarina e deixe despregar da panela.

Sirva com um molho feito com 2 tomates aferventados e passados por uma peneira. Faça um refogado com uma colher (sopa) de óleo, meia cebola picada e um dente de alho socado. Junte os tomates e deixe apurar.


Rendimento: 10 porções
Valor calórico total: 1.448 calorias.


Panquequinhas de cara

Japao tem uma variedade de cará que os japoneses gostam muito de comer
apenas ralado e cru sobre o arroz ou macarrão chamado tororo imo.
Ganhei alguns da acupunturista que frequentava la mas como não sou muito
fã dele cru ela me deu algumas outras dicas de como consumi-lo. Esta panqueca 
é uma delas. A textura leve e fofa lembra uma omelete e você pode colocar
na massa legumes ralados ou usar outros temperos.
Ela me ensinou apenas a colocar manteiga derretida, ovo e shoyu. Eu substitui
o shoyu por sal e pimenta e adicionei cheiro verde bem picadinho.
A seiva do cará causa coceira nas mãos, deixando-as bem irritadas. Eu usei luvas de borracha e resolvi este problema. Para os desavisados que não tomaram cuidado, a Nina, blogueira do Gourmandise, deu a dica para deixar as mãos de molho em banchá!

Outras dicas para usar cará (tororô imô):

- no missô shiru (caldo japonês). Faça um caldo de peixe, pingue colheradas do cará ralado e deixe ferver. Não precisa deixar muito tempo, pois lembre-se que ele é consumido até cru. Desligue o fogo e dissolva o missô. Sirva em seguida.

- cru. Rale o cará, coloque no “suribati” (tipo de pilão japonês) e reserve. Coloque uma lata de atum numa panelinha e cubra com um pouco de dashi ou água. Leve ao fogo e deixe ferver. Desligue o fogo e coloque missô de modo que fique mais salgado que um missô shiru comum. Vá colocando o caldo aos poucos no suribati mexendo sempre até que fique na consistência desejada. Sirva quente ou frio sobre o arroz branco. Esta é uma versão que a doutora criou para agradar seus filhos. Na verdade, a receita pede cavala.

Panquecas de cará japonês

1 cará médio (tororô imô)
1 ovo
1 colher (sopa) de manteiga derretida
cheiro verde picado a gosto
sal e pímenta do reino a gosto

Rale o tororô imô e junte os demais ingredientes. Misture bem e despeje colheradas da massa numa frigideira com um pouco de óleo. Deixe dourar de um lado, vire e espere corar também. Sirva quente ou frio.